quinta-feira, 3 de abril de 2008

AS CRÓNICAS DE PAGIC


Disse-me meu avô, um dia pela manhã,quando caminhávamos pelas montanhas:

"Pagic... pedir a visão é importante. Em tempos...já lá vão muitos anos, aqui vim...mesmo até quase ao topo. Conectei-me com os nossos antepassados, que me pediram para continuar com a tradição, do qual sempre fui herdeiro e guardião.
Vi-me pois, no ventre da nossa Mãe terra ... rezei muito e agradeci à vida e solicitei que esta me desse a oportunidade para melhorar as minhas atitudes e a minha condição como ser humano e me ajudasse a tomar consciência de como usar, de forma positiva e correcta, a minha própria existência, perante o Sagrado.

Assim fiz o meu compromisso, com o trabalho espiritual e tornei-me num aprendiz. A minha sinceridade, intenção e seriedade tornou-se num caminho para atingir uma meta. Encontrei respostas às minhas perguntas e entreguei-me à montanha. Senti descer o ensinamento e o Grande Espírito entrou em mim.

Hoje sinto a felicidade ... o estar aqui já por si é felicidade. E peço que o caminho continue a abrir-se e que continue a ser fiel aos meus princípios, que são os mesmos que do Grande Espírito... e que nada me impeça de prosseguir a minha jornada.

Aqui estou, estarei ... de braços erguidos em prece nesta oração..."
"Que você tenha,Bastante felicidade para manter a doçura,Bastante provação para manter a firmeza,Bastante tristeza para manter-se humano,Bastante esperança para ser feliz,Bastante sucesso para manter a garra,Muitos amigos para lhe dar conforto,Bastante dinheiro para suas necessidades,Bastante fé para banir a depressão,Bastante determinação para fazer com que cada dia seja melhor do que ontem".

19 comentários:

multiolhares disse...

Linda essa prece cheia de sabedoria e verdade,
Nós pobres tolos procuramos a felicidade
No material e em tudo o que esta ao nosso redor, e não nos apercebemos, que só na procura interior só na união do espírito e alma podemos aceder á verdade, grandiosos ensinamentos de deu teu avô, é na simplicidade da vida, na comunhão com a terra
Que nos encontramos
beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
bem hajas, pagic,
,
conchinhas
,
*

Angel of Light disse...

E Bastante Amor para melhorarmos o nosso mundo!

Adorei este teu texto. Lindo e muito verdadeiro.

É a primeira vez que aqui piso e, digo-te, gostei tanto. Senti-me a voar... Não há nada como o nosso ser interior, o nosso coração!

Se me for permitido, voltarei para deixar mais uma luz.

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

Starseed disse...

O compromisso com o trabalho espiritual é uso supremo do nosso livre-arbítrio. É o único trabalho verdadeiramente real, pois não há nada fora do Grande Espírito! O tabalho espiritual consciente leva á recuperação da memória cósmica e é o propósito para estarmos aqui encarnados nesta altura de transição para uma Nova Era! O caminho espiritual não é fácil mas nunca o deixes de percorrer!

Grande Abraço,

Starseed

© efeneto disse...

Gosto de vir aqui a este lugar mágico...palavras e musica (sempre com ar guerreira). Saimos enfeitiçados. Beijo de boa semana

© efeneto disse...

Olá. Sou novamente. Agora venho agradecer a sua visita ao "Opiniões...." Como principal mentor estou aqui em nome de todos os meus colegas de partilha a agradecer a sua visita. Claro que a partir de agora a sua visita e participação é essencial. Um beijo colectivo.

MEU DOCE AMOR disse...

Olá Pagic:

Que assim seja.

Também agradeço a tua presença no Opiniões e igualamente no Sonhar.

Visita-nos.

Um beijo doce

Maria Clarinda disse...

E eu no meu coração tenho guardadas as palavras que me transmitiste...e que já vem do teu
pai...e talvez do pai dele!
O meu coração vibra...
Jinhos

"As Deusas" disse...

PAGIC!!!! Estou maravilhada!!! Me sinto como se estivesse literalmente entrando em contato com minha anscestralidade que, de certa forma, vem me guiando por este caminho de amor e sabedoria... Muito Obrigada! pela belas palavras... e por essa conexão direta... e principalmente por essa musica que realiza a mesma!!!!
Grande NAMASTÊ para vc!!
Amei...

© efeneto disse...

Sento-me nesta cadeira
No meio da sala
No meio do nada

Penso nos passos que dou contra o tempo
Os olhos que baixo por causa do vento

Vento que me toma os sonhos cálidos e os pinta de vermelho
Sangram lágrimas sem choro
Sem voz
Murmuram segredos

Desenham-se-me no rosto esses esboços do silêncio
Esses que apago e esborrato
E de novo se pintam em telas contra a minha vontade

Rasgo as folhas de papel em branco
Queimo os lápis de madeira que insinuam escravinhices

Dos meus não ditos não há-de falar
Deixem-me sentir, aqui, a dor vermelha de não saber amar
Essa condição de ignorante eterno
Para sempre um boémio nos lençóis alheios...
Frios, gélidos...
Sem sabor nem cheiro...
Ausentes na minha vontade...
Amargos

Aquecem apenas esta minha pele que arrefece

Pensar que um dia me podia aquecer no leito dessas desconhecidas sem rosto...


Que distraído sou...
Pois estava-me a esquecer de desejar
Um fim-de-semana com muita amizade dentro

O Profeta disse...

Voei no teu fantástico mundo...

Abraço

© efeneto disse...

Eu preciso de um poema alegre
Emoldurando uma semana triste
É necessária uma cor no cinza
Desta inútil dor que persiste.

Eu preciso de música vibrante
Melodia, um canto que espante
Atingindo em cheio com cantos
Todos meus obscuros recantos

Eu preciso dum pulsar da vida
De novo alento, ares do vento
Sentir no sangue em movimento
Vontade de outra vez renascer

Eu preciso de um poema alegre
Palavras que tragam o encanto
Pois para quem já viveu tanto
Tudo o que resta é continuar.

Resta continuar a desejar um fim-de-semana cheio de amizade.

© efeneto disse...

Eu preciso de um poema alegre
Emoldurando uma semana triste
É necessária uma cor no cinza
Desta inútil dor que persiste.

Eu preciso de música vibrante
Melodia, um canto que espante
Atingindo em cheio com cantos
Todos meus obscuros recantos

Eu preciso dum pulsar da vida
De novo alento, ares do vento
Sentir no sangue em movimento
Vontade de outra vez renascer

Eu preciso de um poema alegre
Palavras que tragam o encanto
Pois para quem já viveu tanto
Tudo o que resta é continuar.

Resta continuar a desejar um fim-de-semana cheio de amizade.

MEU DOCE AMOR disse...

Passo para ler e ouvir o som:)

Desejo um bom fim de semana com Paz e que o Grande Espírito te continue a Iluminar.

Beijinho doce

Adriana disse...

Olá,
Adorei seu blog,seu post me fez pensar numa série de coisas, me fez até emocionar-me.
Obrigada por compartilhar algo tão belo!
Abraços...

Flores Online disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Flores Online, I hope you enjoy. The address is http://flores-on-line.blogspot.com. A hug.

© efeneto disse...

Pressenti o naufrágio
que me deixou só neste deserto:
os seus olhos de mar já me haviam avisado.
Uma tempestade de palavras
silenciosas como convém
ou ardilosas como lhe convinha,
espalhou o caos no velame
e o barco desgovernou-se
e doeu-me no interior que sou.
****
Uma tempestade de palavras
Para lhe desejar um fim-de-semana
Cheio de sonhos concretizados.
Aproveite e leve uma recordação do
Ø G®¡†ö ðö Þöë†ä
Para colocar junto á nossa amizade.
Deixo um saco de beijos e abraços,
Façam o favor de escolher e de serem felizes.

MEU DOCE AMOR disse...

Vim ver.Ainda o mesmo?

Ai música...também lá tenho uma com grande vibração.

Fico esperando:)

Beijinho doce

Mari disse...

Linda oração em forma de conto.
A música em flauta está linda.
Abraço!