sábado, 16 de fevereiro de 2008

CRÓNICAS DE PAGIC



Giro-me em torno dos agentes físicos, culturais, morais, espirituais ...que rodeiam o meu mundo, qual figuras rupestres da vindoura cultura. O estrato onde marcamos as nossas pegadas, está a desgastar-se e a corroer-se por vermes.

São muitos os ideias nobres a respeito do papel de cada um, no prolongamento e melhoria da humanidade . Mas ainda que os meios de comunicação espalhem em torno do globo as seivas de todos nós, a corrente avassaladora da consciência da presente geração, leva-a a um mar de tormentas que tudo engole. Vão sobrevivendo aqueles que se saturam de toda a casta de produtos da chamada civilização, ou sociedade de consumo de sabor bárbaro e resultado de políticas que a todos encurralam para um túnel de ideologia anti-humana.

Ainda assim, será importante que suspiremos por orientações que se complementem e acrescentem o que de mais avançado for surgindo, através desses tempos que virão.

Será importante conhecermos os sentimentos das pessoas e suspirarmos por encontrar o ambiente da sociedade que facilite a mentalidade que vamos contruindo. Assim o conceito de felicidade , de atingir-se a si próprip e completar-se, reside no usufruto de todos os elementos ou valores que nos rodeiam e fazem a nossa ecologia humana e divinal prosperar: a cosmografia, a biologia, a obra do Criador ...na sua máxima sublimação, com Corpo e Alma próprios, sendo nós artistas do seu busto vivo, cuja matéria provem dos minérios mais nobres, das plantas, dos frutos da Mãe Terra e portadores do coração de Cristo Ressuscitado e da Sua Energia Cósmica, emitida nas cores dadas pelo Sol e pelos Astros da noite.

É neste mundo Mágico que navegam as palavras do meu Avô, guardadas pelas asas destas Águias e acarinhadas pela Cascata Eterna da Vida...

PAGIC

5 comentários:

efeneto disse...

è sempre um prazer ter a companhia da sua visita. Obrigado. sempre um lugar mágico. Abraço.

multiolhares disse...

Sem duvida que por muito que se tente
Fazer algo pelo planeta, se não o fizermos com o coração, com amor á terra que tudo nos dá, se não o fizermos com conhecimento interno do bem e do mal, se não entendermos a vida como um aprendizado e a utilizarmos para o bem, vai ser difícil.
No fundo é tudo uma questão de equilíbrio de energias, e o homem cada vez tem as energias mais pesadas, cada vez há mais maldade, mais interesses enfim…
Eu ainda acredito que algo se possa mudar, mas todos precisávamos de ter um avô como o teu, com a sabedoria divina para nos mostrar o caminho.

Beijinhos
luna

Maria Clarinda disse...

Continuo a adorar andar por aqui.
Jinhos

GarçaReal disse...

É sempre necessário este equilibrio de forças, para que a busca da felicidade possa existir, para o planeta sobreviver.

Belo teu texto e o ambiente que aqui se vive.

bjgrande do Lago

O Profeta disse...

Um texto fabuloso...


A chama que explode na noite
Consumiu a palavra dispersa
As virtudes do som das águas
Ouvem-se na manhã que começa

No silêncio há tanto som, tanta emoção
Convido-te a sentir o meu silêncio total



Bom fim de semana